Em inglês webstore, o giro de comercialização em todo o mundo teve sua alteração significativa desde o ano 2000. Mas você sabia que a primeira empresa a comercializar seus produtos virtualmente fez isso em 1990? Pois é, esse e outros fatores fazem com que eu traga hoje essa matéria pra vocês.

O medo 

As coisas se inovam e nos adaptarmos a modernidade é algo que temos que fazer diariamente. Pessoalmente convivo com diversas pessoas (principalmente mais maduras) que tem algum medo, ou não se sente seguro a ponto de entregar seus dados para algum e-commerce. Meu principal argumento quando surge esse tipo de questionamento, é sobre a politica de privacidade , assim como uma loja visita, um e-commerce tem toda sua parte burocrática, ou seja; Os direitos do consumidor são preservados de maneira similar.

O menor preço 

As ofertas virtuais sempre foi algo que me chamou a atenção. A pesquisa de valores que muita gente por falta de tempo, costume ou qualquer outra justificativa, fica muito mais simples pela internet. Você pode rodar milhares de loja; Verificar seus descontos, negociar uma compra, tirar dúvidas, pedir fotos detalhadas, vídeos… E por aí vai!                                                           Em meia hora de navegação você faz sua pesquisa, decide a forma mais coerente de acerto e fim. Só esperar.

Facilidade, vida conturbada e otimização de tempo

Tempo! Tempo? Tempo… Confessa que essa palavra te falta também (risos). Isso tende a se tornar algo cada vez mais limitado e por isso minha defesa. Para que consigamos nos organizar sem perder nossas vaidades, precisamos determinar metas de otimização do tempo. Isso se torna algo tão automático, por exemplo: “Enquanto a água ferve, eu lavo a louça”, “Enquanto eu termino esse trabalho vou ouvir um livro pelo Áudio Book”… Comprar online faz com que você trabalhe seu tempo, evitando filas e transtornos. Lembrando sempre do seu direito de consumidor que se mantém indeterminadamente.

Bommm, essa foi a matéria de hoje. Estava a um tempo com vontade de abrir com vocês minha visão em relação a isso, alertar tanta gente que as vezes por receio evita uma compra, de um produto que talvez nem tenha achado fisicamente.

Um beijo e até mais!